segunda-feira, 30 de maio de 2011

Incauta


Incendeia a mente com pensamentos incisivos que o vento traz consigo e não quer mais deixar. Fincou raízes e quer dar frutos.
Todas as manhãs ela se levanta e vê as manchas do céu inclinadas para si.
E ela nada diz.
Seus pensamentos vagos, amplos, incendiários se arriscam numa atmosfera incauta da qual não se conhece o verdadeiro intento,
nem a mais incipiente intenção.
E se põe a andar cegamente nesse intempérie, onde não há assistência;
apenas a olham.
O terreno é íngreme.
A respiração ofegante.
E no seu acordar,
é difícil voltar à realidade

2 comentários:

J&V disse...

Blog lindo! Adoramos :)
parabéns.
Voltaremos sempre :D

Nine disse...

Como se o mundo, a espreitasse de longe,
e a realidade factual, fosse nada mais que uma espectadora passiva,
da realidade imaginária,
e maravilhosa que acontece a cada instante dentro dela...

Beijos, querida!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...