domingo, 10 de outubro de 2010

Le temps

O tempo passa... e o que estamos fazendo?
Nos encontramos tão apressados, tão preocupados ou mesmo tão entediados com a vida, que muitas vezes desperdiçamos momentos preciosos e que não voltarão nunca mais.
Estamos em uma sociedade "macro" e a simplicidade da vida é ofuscada pelas ditas "grandiosidade do mundo". Não damos valor ao que temos. Não damos graças a Deus por nossa vida. Vivemos a mil por hora. E ficamos tristes...
Quero acordar mais cedo, rir de bobagem, valorizar minha família, observar os céus, os pássaros, as pessoas... simplesmente ser. O tempo não existe, mas ele está em nossas mãos...

8 comentários:

Fernanda Silvério *-* disse...

Hoje eu me encontrei dessa forma, mais sei que não é culpa de ninguém ' :/ lindo as suas postagens ' ..


Parabéns vc tem que escrever um livro ' :)
dê uma passada no meu *-*
espero qe goste da nova postagem '

http://fersilverio.blogspot.com/

Giselle Previatto' disse...

Tapam-se os olhos com vendas negras que nos impedem de enxergar as coisas boas da vida.
O relógio é nosso pior inimigo, e somente o que é GRANDE parece ser priorizado e "adorado" pela sociedade.
A simplicidade, os pequenos gestos, as doces palavras... NADA disso parece fazer sentido e ter alguma importância nesse mundo atual.
E é ai que todo esse TEMPO voa em meio a tantas futilidades e coisas tão supérfluas, e o que literalmente nos faria bem de algum modo, é preenchido, ou não, por aquilo que só nos decepciona e nos entristece.
Basta de doarmos tanto do nosso valioso tempo a aquilo que não nos fazem pessoas melhores e mais felizes.
E como citou, o tempo é nosso, e o que fazemos com ele, está em nossas mãos.
Amei o post.. Passei como uma mera curiosa para visitar seu cantinho, na qual o título chamou a atenção (é sempre bom ter IDÉIAS) e confesso que levei um choque de realidade ao ler as suas linhas.
Beijos e estou seguindo aqui (:
Meu humilde cantinho espera sua visita (:

Nine disse...

temos pouco tempo,
e todo o tempo do mundo, é pouco para nossa ambição.
queremos mais, sempre.

infelizmente.
beijo, florzinha.

Daniela Filipini disse...

Logo no começo do seu post, ele me lembrou uma música que eu gosto muito, do Detonautas.. "O tempo passa, tudo é mais fácil, difícil é esquecer o que eu passo quando você se vai..."
Acho que o nome é Outro Lugar... Mas, bem, não vim aqui pra falar de músicas. HSUEHUESU
Eu acho que o tempo não é um remédio, é uma anestesia (o que não deixa de ser remédio), mas a unica coisa que ele faz é deslocar o incurável do centro das atenções.
Sigo-te no twitter, também! :)

Kàh disse...

A eterna sensação que temos todos o tempo do mundo pra fazermos o que quizermos e que podemos tanquilamente deixar pra amanhã.
Adorei o blog
bjux bom fds

Natália Ferreira disse...

a vida é muito curta para perdemos tempo com qualquer futilidade por mas que doa beijos

Dark and Light disse...

Gostaria tbm de aproveitar minha vida de um jeito que não consigo ainda, infelizmente......

Hanna disse...

Então proure mudar o mundo :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...